Enquanto EUA preparam ato contra Venezuela no Brasil, ONU vincula Maduro a crimes contra a humanidade

Um dia após o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, anunciar que fará uma viagem à fronteira entre Brasil e Venezuela, onde realizará um ato hostil contra o governo de Nicolás Maduro, uma missão da ONU denuncia o governo por supostos “crimes contra a humanidade”

Nicolás Maduro
Nicolás Maduro (Foto: Manaure Quintero / Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e alguns ministros de seu governo foram vinculados a "crimes contra a Humanidade" por uma missão da ONU nesta quarta-feira, 16. 

A medida ocorre um dia após o anúncio de que o secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, fará uma viagem à fronteira entre Brasil e Venezuela, onde realizará um ato hostil contra o país.

"A missão encontrou motivos razoáveis para acreditar que as autoridades e as forças de segurança venezuelanas planejaram e executaram, desde 2014, graves violações dos direitos humanos", declarou a presidente do grupo, Marta Valiñas, em comunicado. 

"Longe de serem atos isolados, estes crimes foram coordenados e cometidos de acordo com as políticas do Estado, com o conhecimento ou o apoio direto dos comandantes e de altos funcionários do governo. As mortes parecem ser parte de uma política para eliminar membros indesejados da sociedade com a desculpa de combater o crime", diz o relatório.

O momento em que ocorrem as medidas parece indicar uma ação coordenada dos Estados Unidos contra a Venezuela. Setores da esquerda brasileira, como o youtuber Jones Manoel, têm denunciando esta ação conjunta e o apoio da mídia corporativa brasileira. 

“Apesar das diferenças bolsonarismo e Globo se alinham rapidinho quando é ordem do patrão gringo”, publicou o youtuber em seu twitter.

Assista as análises da TV 247 sobre o assunto:

 

 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247