Europa se une na caçada ao autor do ataque em Barcelona

A polícia espanhola expandiu nesta segunda-feira para toda Europa a busca pelo homem que matou 13 pessoas em Barcelona quando atropelou uma multidão, à medida que surgem mais detalhes sobre como ele fugiu a pé pelas ruas da cidade antes de desaparecer; autoridades estão buscando por Younes Abouyaaqoub, um marroquino de 22 anos, que acreditam que estava no volante de uma van que deixou um rastro de mortos e feridos na mais famosa avenida turística de Barcelona

Imagem de vídeo mostra policial gesticulando em local de ataque em Barcelona 17/8/2017 REUTERS TV via REUTERS
Imagem de vídeo mostra policial gesticulando em local de ataque em Barcelona 17/8/2017 REUTERS TV via REUTERS (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

BARCELONA (Reuters) - A polícia espanhola expandiu nesta segunda-feira para toda Europa a busca pelo homem que matou 13 pessoas em Barcelona quando atropelou uma multidão, à medida que surgem mais detalhes sobre como ele fugiu a pé pelas ruas da cidade antes de desaparecer.

Autoridades estão buscando por Younes Abouyaaqoub, um marroquino de 22 anos, que acreditam que estava no volante de uma van que deixou um rastro de mortos e feridos na mais famosa avenida turística de Barcelona.

O governo regional da Catalunha disse que todas as forças europeias de polícia estão buscando Abouyaaqoub, e que autoridades não descartam que o suspeito possa ter atravessado a fronteira com a França.

"Essa pessoa não está mais sendo procurada somente na Catalunha, mas em todos os países da Europa, esse é um esforço pela polícia europeia", disse Joaquim Forn, responsável por assuntos internos da região espanhola, a uma rádio local.

Forn confirmou que a polícia tem quase certeza que Abouyaaqoub era o motorista.

"Tudo aponta para isso", acrescentou.

Autoridades estabeleceram pontos de controle nas fronteiras da Espanha.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247