Extrema direita vai ficar ainda mais radical nos EUA, afirma cientista político

A intentona golpista da última quarta-feira nos EUA é um sinal de que a extrema direita ficará ainda mais radical, na opinião de intelectuais

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O teórico do Departamento de Ciência Política da Universidade de Ohio, Benjamin L. McKean, destacou nesta quinta-feira (7) que os atos de violência da véspera por apoiadores de Donald Trump serão provavelmente “um evento radicalizador para a extrema direita. Não devemos subestimar sua capacidade de causar mais mortes e destruição como resultado". 

Por meio de uma análise do ocorrido, o pesquisador americano explica que vários especialistas consideraram o espetáculo vergonhoso e vulgar, e qualificaram sua presença como "uma espécie de profanação do espaço sagrado da democracia constitucional", informa a Telesul.

Segundo Benjamin L. McKean, para a direita radical, porém, "foi uma demonstração de empoderamento, demonstrando que eles podem jogar seu peso com pouca resistência". McKean disse que as imagens de uma multidão de apoiadores de Trump saqueando escritórios no Congresso "podem muito bem apressar a saída do Partido Republicano do Senado dos Estados Unidos".

Para o pesquisador norte-americano, os acontecimentos marcaram um bom momento para construir “um movimento de luta contra a extrema direita. Precisamos mobilizar uma coalizão ampla e anti-autoritária que possa realmente lidar com os fatores que permitiram que o programa de ontem viesse em primeiro lugar. "

Os partidários de Donald Trump se mobilizaram nesta quarta-feira em frente ao Congresso e alguns agrediram membros da segurança e conseguiram acessar o prédio, cuja sessão parlamentar foi suspensa por falta de segurança. O presidente cessante se recusa a aceitar o resultado das eleições presidenciais de 3 de novembro e continua a alegar fraude.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247