Prefeito de Londres declara estado de emergência devido ao aumento dos casos de Covid-19

"Hoje declarei estado de emergência em Londres porque a ameaça que este vírus representa para nossa cidade está em um ponto crítico. Um em cada 30 londrinos agora tem Covid-19", disse o prefeito de Londres, Sadiq Khan

Sadiq Khan
Sadiq Khan (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - O prefeito de Londres, Sadiq Khan, declarou estado de emergência na capital britânica nesta sexta-feira (8), dizendo que os hospitais da cidade podem ficar lotados se as pessoas não ficarem em casa.

"Hoje declarei estado de emergência em Londres porque a ameaça que este vírus representa para nossa cidade está em um ponto crítico. Um em cada 30 londrinos agora tem COVID-19. Se não tomarmos medidas imediatas, nosso NHS (Serviço Nacional de Saúde) pode ficar sobrecarregado e mais pessoas morrerão", declarou Khan.

O prefeito de Londres alertou que o número de leitos hospitalares acabará nas próximas semanas, a menos que medidas urgentes sejam tomadas para impedir drasticamente a propagação da doença.

O número de casos de COVID-19 em Londres é agora superior a 1.000 por 100.000 pessoas. Entre 30 de dezembro de 2020 e 6 de janeiro deste ano, o número total de pacientes hospitalares na capital aumentou 27%. Nos últimos três dias, houve 477 mortes de pacientes com teste positivo para o vírus.

O número de pessoas hospitalizadas é 35% maior do que durante o pico da pandemia em abril, e há temores de que as internações continuem aumentando.

"Os londrinos continuam a fazer enormes sacrifícios e hoje estou implorando para que fiquem em casa, e somente sair caso seja absolutamente necessário", finalizou Khan.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247