Rússia desloca bombardeiros estratégicos para a Crimeia

A Rússia deslocou bombardeiros Tupolev Tu-22M3 da sua Força Aeroespacial para a Crimeia em resposta à instalação de sistemas antimíssil dos EUA nas proximidades das fronteiras russas; a informação foi difundida pelo presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação (Senado russo), Viktor Bondarev.

Rússia desloca bombardeiros estratégicos para a Crimeia
Rússia desloca bombardeiros estratégicos para a Crimeia

247, com Sputnik - A Rússia deslocou bombardeiros Tupolev Tu-22M3 da sua Força Aeroespacial para a Crimeia em resposta à instalação de sistemas antimíssil dos EUA nas proximidades das fronteiras russas.

A informação foi difundida pelo presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação (Senado russo), Viktor Bondarev.

"A implantação dos sistemas de defesa antimíssil dos EUA na Polônia e na Romênia é um sério desafio e, em resposta, o Ministério da Defesa da Rússia tomou a decisão de instalar um esquadrão de bombardeiros estratégicos Tu-22M3 na base de Gvardeiskoe [na Crimeia]. Este passo mudou radicalmente o equilíbrio de forças na região", afirmou o senador.

Segundo o político, o alcance dos mísseis de cruzeiro portados pelos Tu-22M3 permite atacar sistemas de defesa antimísseis e antiaéreos "em qualquer parte da Europa".

Ao mesmo tempo, Bondarev acrescentou que nos próximos anos os bombardeiros estratégicos serão modernizados e equipados com novas armas, ou seja, serão capazes de atingir todos os tipos de alvos localizados a uma distância de milhares de quilômetros.

O legislador também lembrou que, além dos Tu-22M3, a base aérea da Crimeia alberga caças MiG-29 e Su-27.

O senador ressaltou que, desde a reunificação da Crimeia com a Rússia, a situação com o equipamento militar na península mudou drasticamente.

"Na Crimeia estão posicionados sistemas de mísseis S-300 e S-400, Pantsir-S1 e duas modificações do Iskander, esses sistemas de defesa são capazes de repelir ataques aéreos", disse.

Bondarev acrescentou que os sistemas de defesa costeira Bastion e o sistema de mísseis anti-navio Bal também estão instalados na Crimeia, bem como os submarinos Novosibirsk e Rostov-na-Donu, equipados com mísseis ultramodernos.

"Durante o desenvolvimento do potencial militar da região, nos concentramos não apenas na implantação de navios de guerra, mas também na construção de instalações de defesa costeira", sublinhou.

"Hoje, a Frota do Mar Negro é um baluarte sério e poderoso no sudoeste da Rússia", ressaltou, acrescentando que tal combinação de forças "protege as fronteiras sudoeste e garante a segurança de toda esta grande região".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247