Venezuela denuncia atentado contra sistema elétrico do país

"Sofremos um atentado contra o Serviço Elétrico Nacional hoje, no dia 5 de janeiro, que afetou o sistema de transmissão de Pátio [de transformadores da central hidroelétrica de] Guri e causou a perda de carga em setores da [...] capital e outros estados do país", escreveu a vice-presidente Delcy Rodriguez

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Nas redes sociais, venezuelanos comentaram sobre a falta de energia elétrica em várias cidades. Vice-presidente Delcy Rodríguez afirmou que as investigações para determinar os responsáveis já começaram.

O Governo da Venezuela denunciou nesta terça-feira (5) um atentado contra o Sistema Elétrico Nacional (SEN), que deixou sem energia diversas partes de Caracas, capital do país sul-americano, assim como outros estados.

"Sofremos um atentado contra o Serviço Elétrico Nacional hoje, no dia 5 de janeiro, que afetou o sistema de transmissão de Pátio [de transformadores da central hidroelétrica de] Guri e causou a perda de carga em setores da [...] capital e outros estados do país", escreveu a vice-presidente Delcy Rodriguez no Twitter.

Rodriguez disse ainda que os trabalhadores da Corporação Elétrica Nacional (Corpoelec) estão restabelecendo o serviço e que as investigações para apurar as responsabilidades já começaram.

Nas redes sociais, os internautas comentaram que a falta de serviço de energia elétrica foi registrada em Nueva Esparta, Aragua, algumas áreas de Carabobo, Miranda e Vargas, entre outras regiões do país.

Em fevereiro de 2019, a Venezuela enfrentou um apagão nacional que durou vários dias, e o governo garantiu que foi o resultado de um ataque às cargas da Usina Hidrelétrica Simón Bolívar. Desde então, ocorreram contínuas falhas elétricas, principalmente no interior do país.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email