Guerra no planeta dos macacos. Na Tailândia, uma visão do apocalipse

Centenas de macacos divididos em duas gangues rivais protagonizaram uma cena aterrorizante há poucos dias nas ruas da cidade de Lobpuri, na Tailândia. Uma antevisão de algo similar que poderá ocorrer, nos grandes centros urbanos do mundo, se comida e água vierem a faltar.

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por: Equipe Oásis

Vídeo: Viral Press

Em um vídeo postado pelo canal Viral Press (abaixo), é possível ver uma legião de macacos que corre entre os carros, tomando toda a avenida, até que dois indivíduos começam a brigar próximo a algo que se parece com uma banana.  Ambos são cercados por dezenas de outros macacos, exatamente como uma briga entre gangues.  Logo em seguida todos voltam a correr  pelas ruas da cidade. 

Macacos são sagrados em Países asiáticos de maioria budista e hinduísta. São representantes na Terra de um divindade chamada Hanuman, o deus-macaco, divindade das causas impossíveis, que simboliza  a mente humana –  que pula igual macaco para um lado e para o outro, desejando as coisas e comprometendo-se com inumeráveis atividades.

Agora, esses representantes da mente humana, que normalmente vivem tranquilos nos jardins dos templos e nos parques e praças públicas, decidiram se rebelar. Até ha pouco eles eram alimentados sobretudo pelos turista. E agora, com a pandemia do corona-virus, os turistas desapareceram. Desesperados, famintos, sem entender o que está acontecendo, os símios resolveram abandonar suas moradas e invadir as áreas dos humanos. O vídeo mostra um dos momentos em que isso acontece.

Por: Equipe Oásis

Vídeo: Viral Press


Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247