Acredite: Carla Zambelli diz que 'caos no Rio' é culpa da política de Brizola e sucessores, não de Witzel

Deputada do PSL dispara uma série de pérolas no Twitter e defende que os últimos governadores, desde Brizola, "largaram o Estado nas mãos dos traficantes". "Ninguém quer que inocente morra. Mas erros INFELIZMENTE acontecem", escreveu ainda, no dia em que a menina Agatha Felix, de 8 anos, é enterrada

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na tentativa de aliviar a do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), e sua política genocida no Estado, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) disparou pérolas nas redes sociais neste domingo 22, como ao dizer que a culpa do 'caos no Rio' é do ex-governador Leonel Brizola e seus sucessores.

"A política do "não-confronto", adotada por Brizola e seguida por TODOS os sucessores dele até o Pezão, foi o que gerou esse caos na segurança do Rio. Esses governadores simplesmente largaram o estado nas mãos dos traficantes", escreveu a deputada.

Ela ainda tentou minimizar a morte da menina Agatha Félix, de
8 anos, com um tiro nas costas durante uma operação policial no Complexo do Alemão, atribuindo a um "erro" das forças policiais. "Ninguém quer que inocente morra. Mas erros INFELIZMENTE acontecem. A culpa NÃO É DA POLÍCIA, que só REAGE aos bandidos, defendidos pelo antro da sociedade", postou.

Em outras publicações, acusou a ex-presidente do Chile Michele Bachellet de ter recebido propina da OAS - acusação de Leo Pinheiro refutada pela comissária da ONU - e rebateu Bono Vox, que saiu em defesa do meio ambiente em suas redes sociais neste fim de semana.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247