Datafolha: Economia e educação começam a pesar na imagem de Bolsonaro

Segundo o Datafolha, o chefe do MEC, Abraham Weintraub, por exemplo, é o mais desconhecido e impopular ministro de Bolsonaro entre os avaliados; dentre os 31% de brasileiros que já ouviram falar no seu nome, somente 9% o avaliam positivamente

(Foto: Marcos Correa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A pesquisa Datafolha apontou que economia e educação são as áreas que mais pesam na impopularidade do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com o levantamento, para 33%, o chefe do Planalto faz um trabalho ótimo ou bom. Para 31%, regular, e para outros 33%, ruim ou péssimo. 

Nesta segunda-feira (8), por exemplo, o mercado financeiro sobre o crescimento da economia de 0,85% para 0,82%, na 19ª redução consecutiva. 

Segundo o Datafolha, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, é o mais desconhecido e impopular ministro de Bolsonaro entre os avaliados. Dentre os 31% de brasileiros que já ouviram falar no seu nome, somente 9% o avaliam positivamente.

Os dados são reflexos da iniciativa de contingenciar recursos na educação. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email