Datafolha: Economia e educação começam a pesar na imagem de Bolsonaro

Segundo o Datafolha, o chefe do MEC, Abraham Weintraub, por exemplo, é o mais desconhecido e impopular ministro de Bolsonaro entre os avaliados; dentre os 31% de brasileiros que já ouviram falar no seu nome, somente 9% o avaliam positivamente

(Foto: Marcos Correa/PR)

247 - A pesquisa Datafolha apontou que economia e educação são as áreas que mais pesam na impopularidade do presidente Jair Bolsonaro. De acordo com o levantamento, para 33%, o chefe do Planalto faz um trabalho ótimo ou bom. Para 31%, regular, e para outros 33%, ruim ou péssimo. 

Nesta segunda-feira (8), por exemplo, o mercado financeiro sobre o crescimento da economia de 0,85% para 0,82%, na 19ª redução consecutiva. 

Segundo o Datafolha, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, é o mais desconhecido e impopular ministro de Bolsonaro entre os avaliados. Dentre os 31% de brasileiros que já ouviram falar no seu nome, somente 9% o avaliam positivamente.

Os dados são reflexos da iniciativa de contingenciar recursos na educação. 

Conheça a TV 247

Mais de Poder

Ao vivo na TV 247 Youtube 247