Flávio Dino aponta fusão do PCdoB com PSB

Diferentemente do que se escpecula, Flávio Dino disse que "jamais" trocaria um partido pelo outro para concorrer ao Planalto de forma "unilateral"

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Em entrevista à CNN Brasil, o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), voltou a afirmar que vê como caminho possível uma aliança que inclua a fusão ou incorporação de seu partido pelo PSB.

Diferentemente do que se escpecula, Flávio Dino disse que "jamais" trocaria um partido pelo outro para concorrer ao Planalto de forma "unilateral".

"O PCdoB tem uma relação muito próxima com o PSB, a nossa presidente nacional é vice-governadora de Pernambuco com o PSB, temos aliança em Recife. Desde o berço temos essa aliança. Diálogo é muito bom para o país. Eu era muito amigo do Eduardo Campos. Mas nunca uma coisa unilateral minha de sair do PCdoB para ser candidato a presidente pelo PSB, isso jamais. Mas uma aproximação, uma aliança, quem sabe uma incorporação, é um caminho", disse.

Para o governador maranhense, as novas regras eleitorais, como a cláusula de barreiras e o fim das coligações proporcionais, está alterando o cenário político.

"Temos que esperar o próximo ano, que é uma redefinição partidária no país. Nós vamos ter um redesenho inevitável tendo em vista que as novas regras de cláusula de barreira e fim das coligações proporcionais levarão a muitas fusões. Não agora, porque cada partido vai enfrentar com sua tática eleitoral", enfatizou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email