Miro ao 247: “Silêncio de Henrique faz mal”

Um dos mais experientes deputados da Câmara, Miro Teixeira (PDT-RJ) diz que candidato a presidente da Casa Henrique Eduardo Alves deve vir à publico esclarecer denúncias de que ele teria desviado dinheiro por meio de emendas parlamentares; "Uma entrevista coletiva resolveria o problema", disse ao 247; Miro destacou que as notícias "causam danos" à candidatura do peemedebista, mas que ainda "é possível reverter quadro", esclarecendo os fatos o mais rapidamente possível

Miro ao 247: “Silêncio de Henrique faz mal”
Miro ao 247: “Silêncio de Henrique faz mal”
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Juliane Sacerdote_Brasília 247 – Para o deputado federal Miro Teixeira (PDT-RJ), as denúncias contra o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) "causam danos" e ainda "vão causar problemas" na candidatura dele à presidência da Câmara Federal.

No fim de semana, o principal candidato à presidência da Câmara foi alvo de denúncias de desvio de verba por meio de emendas parlamentares usando a empresa de um funcionário lotado no seu gabinete, em Brasília. Entenda o caso

Um dos mais experientes deputados de Brasília, em sua décima legislatura, Miro Teixeira diz apoiar a candidatura de Henrique Eduardo Alves. Ele ressalta que “ainda mantém o voto”, já que as denúncias não o fizeram mudar de ideia. Mas destaca que os esclarecimentos são essenciais e "devem vir logo".

Ao Brasil 247, o parlamentar destacou que ainda não é possível saber o tamanho do estrago eleitoral das denúncias, mas enfatizou que uma explicação do peemedebista é essencial nesse momento. "Com o silêncio, o que resulta é o boato. Quem tem vida pública é obrigado a falar. Sou a favor do esclarecimento dos fatos. O silêncio de Henriquinho faz mal a ele próprio".

Ainda de acordo com o deputado, "é possível reverter o quadro" de perda de votos. "Tudo pode ser feito em uma entrevista coletiva com os jornalistas, usando relatórios e fotos das obras em questão", acrescentou. Mas, segundo ele, é necessário que algumas questões sejam respondidas como: As obras foram feitas mesmo? Houve superfaturamento? Alguém desviou verbas?

Verdade x mentira

Miro Teixeira disse, ainda, que é preciso saber o que há de verdade e mentira nas notícias veiculadas sobre os desvios. Ele colocou em xeque o uso que o meio político faz da arapongagem. "Sou a favor da investigação jornalística, mas pagar pessoas para falarem coisas na frente de jornalistas em bares e restaurantes em Brasília? Não parece existir jornalismo nesse caso, com informações estocadas para serem usadas na hora certa", finalizou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email