Políticos batem duro em Jair Bolsonaro após revelações sobre roubo dos salários: 'é melhor ir se preparando para a cadeia'

Políticos criticaram a atuação de Jair Bolsonaro em roubo de salário de assessores. "É melhor Jair se preparando para a cadeia!", disse Guilherme Boulos. "Esse vai sair do Palácio de camburão", afirmou Orlando Silva (PCdoB-SP). "É um governo de ladrões", disse Marcelo Freixo (PSB-RJ). "O falso moralismo não se sustenta mais uma vez", postou Glauber Braga (Psol-RJ)

Líder do MTST, Guilherme Boulos, e os deputados Glauber Braga, Orlando Silva e Marcelo Freixo mais um ato contra Jair Bolsonaro
Líder do MTST, Guilherme Boulos, e os deputados Glauber Braga, Orlando Silva e Marcelo Freixo mais um ato contra Jair Bolsonaro (Foto: Matheus Barcelos/Jornalistas Livres | Reprodução | Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Lideranças políticas foram ao Twitter bater duro em Jair Bolsonaro, após novas revelações apontarem atuação direta dele em desvios de salários de assessores, esquemas conhecidos como rachadinhas (confira aqui, veja mais uma matéria e relembre outra aqui). De acordo com o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, "a cada dia novas provas que o chefe da milícia da rachadinha não é o filho, mas o pai". "É melhor Jair se preparando para a cadeia!", escreveu Boulos.

"Bolsonaro, além de genocida, é um político ladrão. Esse vai sair do Palácio de camburão", afirmou o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP).

"É um governo de ladrões", afirmou o deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) "Os áudios são uma bomba porque mostram que Bolsonaro era o chefe, o 01, do esquema montado p/ roubar dinheiro público através de funcionários fantasmas nos gabinetes da família".

PUBLICIDADE

Segundo o deputado federal Glauber Braga (Psol-RJ), "o discurso contra corrupção sempre foi fachada pra encobrir os próprios esquemas e relações perigosíssimas". "Só não via que as articulações de Flávio eram comandadas por Jair quem não queria ver. Agora, aparece o áudio da ex-cunhada. O falso moralismo não se sustenta mais uma vez", acrescentou.

"Jair, o pai, é o verdadeiro 01 e chefe do negócio da família Bolsonaro. Rachadinha é desvio de dinheiro público!", afirmou o deputado Henrique Fontana (PT-RS).

"Aparentemente, rachadinha é um negócio de família", disse o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ). "É preciso investigar essa tradição de improbidade, desvio de dinheiro, peculato e corrupção que passa de pai pra filho", complementou.

PUBLICIDADE

A deputada Sâmia Bomfim (Psol-SP) também criticou o governo. "As provas! Aí estão as gravações reveladas pelo @Uol em reportagem de @julianadalpiva que apontam o envolvimento direto de Jair Bolsonaro no crime de peculato, quando nomeou funcionários fantasmas e embolsou o salário deles. Corrupto e genocida! #ForaBolsonaro", continuou. 

 

PUBLICIDADE

 

 

 

 

 

Inscreva-se na TV 247, seja membro e saiba mais: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email