PP da Câmara deve desembarcar do governo

Quatro dias depois de o vice-presidente Michel Temer ter se encontrado com o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), a bancada do PP na Casa anunciará seu desembarque do governo na tarde desta terça-feira, 12; o líder do partido na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), se reuniu na manhã desta terça com alguns deputados e definiu que, em reunião realizada à tarde, será anunciada a saída da bancada da base aliada; partido, que havia decidido na semana passada que permaneceria no governo, tem a quarta maior bancada na Câmara, com 47 dos 513 votos no plenário

Quatro dias depois de o vice-presidente Michel Temer ter se encontrado com o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), a bancada do PP na Casa anunciará seu desembarque do governo na tarde desta terça-feira, 12; o líder do partido na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), se reuniu na manhã desta terça com alguns deputados e definiu que, em reunião realizada à tarde, será anunciada a saída da bancada da base aliada; partido, que havia decidido na semana passada que permaneceria no governo, tem a quarta maior bancada na Câmara, com 47 dos 513 votos no plenário
Quatro dias depois de o vice-presidente Michel Temer ter se encontrado com o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), a bancada do PP na Casa anunciará seu desembarque do governo na tarde desta terça-feira, 12; o líder do partido na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), se reuniu na manhã desta terça com alguns deputados e definiu que, em reunião realizada à tarde, será anunciada a saída da bancada da base aliada; partido, que havia decidido na semana passada que permaneceria no governo, tem a quarta maior bancada na Câmara, com 47 dos 513 votos no plenário (Foto: Aquiles Lins)

247 - Quatro dias depois de o vice-presidente Michel Temer ter se encontrado com o presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), a bancada do PP na Casa anunciará seu desembarque do governo na tarde desta terça-feira, 12.

O partido, que havia decidido na semana passada que permaneceria no governo, tem a quarta maior bancada na Câmara, com 47 dos 513 votos no plenário. 

Segundo informações da Folha de S. Paulo, o líder do partido na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), se reuniu na manhã desta terça com alguns deputados e definiu que, em reunião realizada à tarde, será anunciada a saída da bancada da base aliada. Após a reunião, que deve ocorrer às 16h, o presidente nacional do partido, o senador Ciro Nogueira, será comunicado oficialmente da decisão.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247