PSDB convoca reunião de emergência para definir candidatura

Em carta enviada ao presidente do PSDB, Doria diz que "haveria uma tentativa de golpe dentro do partido", uma referência a uma aliança em torno de uma candidatura única com Tebet

www.brasil247.com - Simone Tebet e João Doria
Simone Tebet e João Doria (Foto: ABr)


247 - O PSDB, partido do pré-candidato à Presidência, João Doria, convocou neste sábado (14), uma reunião de emergência para definir a candidatura tucana ao Palácio do  Planalto. A convocação acontece após forte desgaste dentro da sigla que pretende apoiar a candidatura da emedebista Simone Tebet.

Os membros da Comissão Executiva Nacional foram convocados para reunião ampliada, com participação das bancadas na Câmara e no Senado Federal, na próxima terça-feira (17), na sede do PSDB, em Brasília, às 16h.

>>> Aécio, que fez campanha para Eduardo Leite, diz que PSDB traiu Doria e implodiu terceira via

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o comunicado assinado pelo presidente nacional da sigla, Bruno Araújo, a decisão por uma chapa única ao Planalto foi consensual. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Todas as negociações até este momento de uma aliança em torno de uma candidatura única se iniciaram com notória anuência do ex-governador de São Paulo, pré-candidato do PSDB à Presidência, e com o aval da Executiva Nacional do Partido e das bancadas no Congresso Nacional”, diz o documento. 

Ramos destaca, inclusive, que para chegar às negociações para uma aliança entre PSDB e MDB,  houve a “contratação de pesquisa, a ser apresentada dia 18 de maio, para nortear a escolha do nome que representa um projeto democrático para o País”. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O presidente da sigla refutou o posicionamento de João Doria que se colocou contrário ao acordado com o partido e a executiva nacional. 

No documento, Ramos cita que recebeu do ex-governador de São Paulo e do seu advogado, uma carta em que alega que “haveria uma tentativa de golpe dentro do partido” e que os “critérios como má colocação nas pesquisas e altos índices de rejeição são desculpas estapafúrdias” para tirá-lo do processo eleitoral. 

Confira o documento na íntegra: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

COMUNICADO: Convocação para Reunião PRESENCIAL Ampliada da Comissão Executiva Nacional 

Considerando que o Brasil vive um momento grave de nossa história em que o PSDB e outros partidos do centro democrático têm a obrigação de oferecer uma alternativa à sociedade brasileira;

Considerando que todas as negociações até este momento de uma aliança em torno de uma candidatura única se iniciaram com notória anuência do ex-governador de São Paulo, pré-candidato do PSDB à Presidência, e com o aval da Executiva Nacional do Partido e das bancadas no Congresso Nacional;  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Considerando que, entre reiteradas deliberações da Executiva Nacional, e ainda no dia 12 de maio deste ano realizamos nova reunião da Executiva para discutirmos e referendarmos todo esse processo, com contratação de pesquisa, a ser apresentada dia 18 de maio, para nortear a escolha do nome que representa um projeto democrático para o País;

Considerando que no dia 14 de maio recebi carta do ex-governador de São Paulo e do advogado Arthur Rollo, que, entre outras alegações, afirma que: 

- Haveria uma “tentativa de golpe” dentro do partido. 

 - Que critérios como má colocação nas pesquisas e altos índices de rejeição são “desculpas estapafúrdias”. 

- Que “movimentações do presidente nacional que criam insegurança jurídica”. 

- Que “decisão da cúpula formada por trinta e quatro pessoas não pode se sobrepor à decisão democraticamente tomada”. Ou mesmo considerar qualquer decisão diferentemente do resultado das prévias a ser tomada pela Executiva Nacional como “decisão do tapetão”.  

- Que afirma que “ir na contramão ou além dos poderes outorgados pelo estatuto, como sabido, constitui abuso de poder, ato antijurídico, passível de correção pela via judicial, inclusive”. 

 - E, por fim, a carta afirma não concordar “com qualquer outra pesquisa de opinião”. 

 Assim:

Ficam os membros da Comissão Executiva Nacional convocados para reunião ampliada, com participação das bancadas na Câmara e no Senado Federal a ser realizada presencialmente no dia 17 de maio de 2022, terça-feira.

BRUNO ARAÚJO 

Presidente Nacional do PSDB

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email