Viana: venda de terras a estrangeiros “afronta o interesse nacional”

Senador Jorge Viana (PT-AC) subiu à tribuna do Senado para criticar o governo de Michel Temer, que estuda a venda de terras a estrangeiros, sem limite de área; “É um abuso! É um absurdo! Pela proposta do governo, um estrangeiro pode comprar até 40% do território de uma cidade”, denunciou; “Eu não sei onde o nosso país vai parar nessa marcha da insensatez”



Senador Jorge Viana (PT-AC) subiu à tribuna do Senado para criticar o governo de Michel Temer, que estuda a venda de terras a estrangeiros, sem limite de área; “É um abuso! É um absurdo! Pela proposta do governo, um estrangeiro pode comprar até 40% do território de uma cidade”, denunciou; “Eu não sei onde o nosso país vai parar nessa marcha da insensatez”
Senador Jorge Viana (PT-AC) subiu à tribuna do Senado para criticar o governo de Michel Temer, que estuda a venda de terras a estrangeiros, sem limite de área; “É um abuso! É um absurdo! Pela proposta do governo, um estrangeiro pode comprar até 40% do território de uma cidade”, denunciou; “Eu não sei onde o nosso país vai parar nessa marcha da insensatez” (Foto: Aquiles Lins)

247 com Agência Senado - A proposta do governo que libera a compra de terras por estrangeiros é uma afronta ao interesse nacional, afirmou nesta quinta-feira (6), em Plenário, o senador Jorge Viana (PT-AC).

Segundo Viana, a Casa Civil teria acabado de finalizar um projeto de lei com esse objetivo. A proposta do governo, que deve ser encaminhada ao Congresso Nacional, libera a compra e o arrendamento de terras por empresas com controle estrangeiro, sem estipular limite de área.

Viana apresentou requerimentos às comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional para a realização de audiências públicas. Viana quer ouvir o ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, o comandante do Exército, general Villas Bôas; e os presidentes do Incra, Leonardo Góes; e da Funai, Antonio Fernandes Costa. "Essa proposta é uma afronta ao interesse nacional", disse.

"É uma afronta ao interesse nacional. Ela [a proposta] autoriza que um estrangeiro bilionário se torne dono de 25% do território de um município. O município de Altamira tem 159 mil quilômetros quadrados. Ora, 25% desse montante correspondem a 35 mil quilômetros quadrados. A Bélgica tem 30 mil quilômetros quadrados; Israel tem 20 mil quilômetros quadrados", alertou o senador.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247