Em carta, Lula agradece empenho de deputados em evitar sua transferência forçada

O ex-presidente Lula enviou nesta terça-feira, 13, uma carta à Câmara em que agradece os esforços de parlamentares de diversos partidos que pediram que o STF suspendesse sua transferência forçada de Curitiba; "Assisti a uma oportuna e inequívoca de defesa das garantias individuais e do Estado Democrático de Direito", disse Lula

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva escreveu nesta terça-feira, 13, uma carta de agradecimento ao esforço do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) e dos outros líderes partidários que na semana passada defenderam as leis e o seu direito de permanecer em uma cela especial em Curitiba.

"A todos que, na última quarta-feira, 7, participaram no Supremo Tribunal Federal do ato contra mais uma arbitrariedade da Vara de Execuções Penais, no processo em que fabricaram minha condenação sem prova de qualquer crime, manifesto que assisti a uma oportuna e inequívoca de defesa das garantias individuais e do Estado Democrático de Direito", disse Lula. 

"Com fé no Brasil e a certeza de que ainda vamos reencontrar a Justiça, a prosperidade e a paz, agradeço o gesto de solidariedade", acrescentou o ex-presidente. 

Na última semana, cerca de 70 deputados e senadores de partidos e de esquerda e também do chamado Centrão deixaram o Congresso Nacional na tarde desta quarta-feira, 7, e seguiram a pé para o Supremo Tribunal Federal para uma reunião com o presidente do STF, Dias Toffoli (Leia mais no Brasil 247). 

O documento foi lido no Plenário da Câmara pela presidente do PT, a deputada Gleisi Hoffmann. 

Inscreva-se na TV 247 e assista:

Leia a carta de Lula na íntegra:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247