Sem debater impeachment, Maia diz que vai convocar comissão do Congresso para discutir colapso sanitário no Amazonas

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, afirmou em suas redes sociais que vai pedir a convocação da Comissão Representativa - que foi formada para atuar durante os períodos de recesso parlamentar e é integrada por sete senadores e 17 deputados federais

(Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 -  Sem debater impeachment de Jair Bolsonaro, cobrado por um setor expressivo da população, por parlamentares e dirigentes políticos, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), afirmou em suas redes sociais que vai pedir a convocação da Comissão Representativa para discutir o colapso do sistema de saúde no Amazonas.

A medida foi chamada por conta do caos social causado pela pandemia, no qual pacientes estão morrendo sufocados pela Covid-19 nos hospitais diante da falta de cilindros de oxigênio. O pedido será encaminhado ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM).

“Vou encaminhar agora à tarde ao presidente do Congresso, Davi Alcolumbre, um pedido de convocação da Comissão Representativa para que possamos discutir a tragédia que está acontecendo em Manaus e também todo processo que envolve a vacinação no país”, escreveu Maia, em suas redes sociais, nesta sexta-feira, 15.

A Comissão Representativa foi formada para atuar durante os períodos de recesso parlamentar e é integrada por sete senadores e 17 deputados federais. 

Ela pode convocar ministros de Estado para prestarem informações, fiscalizar e controlar atos do Executivo, autorizar o presidente e o vice a se ausentarem do país e executar ações de caráter urgente, que não podem aguardar o fim do recesso.

Além disso, o senador Eduardo Braga (MDB), do Amazonas, pediu intervenção federal no estado, em ofício encaminhado na tarde desta sexta a Bolsonaro.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email