Moraes intima ministro do TCU que sugeriu golpe para impedir posse de Lula

O ministro do TCU defendeu um golpe ao sugerir que as Forças Armadas não deveriam aceitar a vitória de Lula

www.brasil247.com - Ministros Alexandre de Moraes, do STF (à esq.), e Augusto Nardes (TCU)
Ministros Alexandre de Moraes, do STF (à esq.), e Augusto Nardes (TCU) (Foto: ABR)


247 - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, intimou o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes a depor no âmbito do inquérito que investiga atos antidemocráticos. A informação foi publicada pelo jornal Valor Econômico

De acordo mensagem de áudio, ele defendeu um golpe ao sugerir que as Forças Armadas não deveriam aceitar a vitória do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Agora veio o Bolsonaro, que despertou a sociedade conservadora e hoje todo mundo está nas ruas aí fazendo a sua defesa desses princípios. Demoramos, mas felizmente acordamos", afirmou Nardes em um trecho do áudio. 

O ministro Augusto Nardes foi o mesmo que reprovou as contas do governo Dilma Rousseff em 2016, quando a então presidenta foi inocentada pelo Ministério Público Federal e por uma perícia do Senado

Desde que perdeu a eleição em 30 de outubro, Jair Bolsonaro (PL) estimulou apoiadores a não aceitarem a derrota. Nesta quinta-feira, um grupo de bolsonaristas golpistas impediu o acesso ao Aeroporto Internacional de Brasília.

No mês passado, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) multou o PL em R$ 22,9 milhões após o partido questionar a confiança das urnas eletrônicas.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247