Temer evitará viagens para que Cunha não assuma a presidência

Vice Michel Temer tem dito que, mesmo depois de assumir a Presidência, não pretende viajar para o exterior enquanto o processo de impeachment não for julgado pelo Senado, o que deve ocorrer só em outubro ou novembro; segundo o colunista Ancelmo Gois, o real motivo é evitar que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), réu da Lava Jato no STF, assuma o poder

Vice Michel Temer tem dito que, mesmo depois de assumir a Presidência, não pretende viajar para o exterior enquanto o processo de impeachment não for julgado pelo Senado, o que deve ocorrer só em outubro ou novembro; segundo o colunista Ancelmo Gois, o real motivo é evitar que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), réu da Lava Jato no STF, assuma o poder
Vice Michel Temer tem dito que, mesmo depois de assumir a Presidência, não pretende viajar para o exterior enquanto o processo de impeachment não for julgado pelo Senado, o que deve ocorrer só em outubro ou novembro; segundo o colunista Ancelmo Gois, o real motivo é evitar que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), réu da Lava Jato no STF, assuma o poder (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O vice Michel Temer tem dito que, mesmo depois de assumir a Presidência, não pretende viajar para o exterior enquanto o processo de impeachment não for julgado pelo Senado, o que deve ocorrer só em outubro ou novembro.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, o real motivo é evitar que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), réu da Lava Jato no STF, assuma o poder.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247