Quase um ano após tragédia ambiental, governo Bolsonaro não multou ninguém e ainda deve R$ 43 milhões à Petrobras

O governo Bolsonaro não apenas não conseguiu encontrar e punir os responsáveis como ainda está como uma dívida milionária com a Petrobras por conta do episódio

(Foto: REUTERS/Diego Nigro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Quase um ano depois do início do vazamento de óleo que atingiu a costa brasileira, um dos maiores desastres ambientais do país, o governo Bolsonaro não apenas não conseguiu encontrar e punir os responsáveis como ainda está como uma dívida milionária com a Petrobras por conta do episódio.

Segundo apontou reportagem do jornal O Globo, com base na Lei de Acesso a Informação (LAI) mostram que a União deve R$ 43 milhões à Petrobras. 

As autoridades chegaram a atribuir a responsabilidade pelo vazamento ao navio de bandeira grega Bouboulina, da empresa Delta Tankers. Os responsáveis pela embarcação, no entanto, negaram qualquer envolvimento no vazamento. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247