Com quatros horas de atraso, CoronaVac chega ao Rio, que começa vacinação

As vacinas chegaram à cidade com quatro horas de atraso, no Aeroporto Santos Dumont. A logística para a distribuição das substâncias é organizada pelo Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

Vacinação no Rio de Janeiro
Vacinação no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Assim como outras cidades do Brasil, a Prefeitura do Rio de Janeiro começou a vacinar sua população com a CoronaVac, nesta segunda-feira, 18,após autorização do uso emergencial do imunizante, no domingo, 17.

O imunizante, desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac e produzida, no Brasil, pelo Instituto Butantan, é o único contra a Covid-19 no país - uma vez que o governo federal falhou em seu acordo para buscar doses da vacina da Oxford/AstraZeneca na Índia, na semana passada.

A vacinação no Rio ocorre no Cristo Redentor, conforme anunciou o prefeito Eduardo Paes (DEM) mais cedo.

As vacinas chegaram à cidade com quatro horas de atraso, no Aeroporto Santos Dumont. A logística para a distribuição das substâncias é organizada pelo Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email