Correia sobre intervenção em reunião de professores no AM: é ditadura

"É a ditadura bolsonarista. Na véspera da visita de Bolsonaro a Manaus, policiais federais interromperam reunião de professores para questionar sobre os atos. Os agentes portavam armas, incluindo metralhadora, e falaram que recebiam ordens do Exército", afirmou o deputado federal Rogério Correia (PT-MG)

(Foto: Jailson Sam - Agência Câmara)

247 - O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) repudiou a intervenção da Polícia Rodoviária Federal em uma reunião de professores que estavam preparando manifestações contra o presidente Jair Bolsonaro em Manaus (AM).

"É a ditadura bolsonarista. Na véspera da visita de Bolsonaro a Manaus, policiais federais interromperam reunião de professores para questionar sobre os atos. Os agentes portavam armas, incluindo metralhadora, e falaram que recebiam ordens do Exército", escreveu o parlamentar no Twitter.

De acordo com denúncia de movimentos sociais, três policiais armados entraram no local da reunião para questionar os presentes sobre quem são os organizadores dos atos de protesto.

A PRF se negou a dar declarações sobre a operação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247