Imagens mostram cliente sem máscara antes de danificar sorveteria e xingar atendente em Campinas

O circuito de segurança de uma sorveteria no bairro Flamboyant, em Campinas (SP), onde um cliente danificou o estabelecimento por conta do uso correta da máscara, mostrou o rapaz na fila sem o equipamento de proteção. As imagens desmentem a versão dele, de que teria usado o equipamento de proteção corretamente

Rodrigo Farias Ferronato
Rodrigo Farias Ferronato (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O circuito de segurança de uma sorveteria no bairro Flamboyant, em Campinas (SP), onde um cliente danificou o estabelecimento por conta do uso correta da máscara, mostrou o rapaz na fila sem o equipamento de proteção. A Polícia Civil informou, nesta quarta (16), que abriu inquérito para "descumprimento de medida sanitária", no 4º Distrito Policial.

Em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, o vendedor Rodrigo Ferronato, que se define como bolsonarista, retrógrado e devoto à família, afirmou ter tido uma reação exagerada, mas que estava usando máscara corretamente. Ele disse ter sido agredido antes pela comerciante, com tapas no braço, empurrões e socos. De acordo com as imagens divulgadas na terça, o homem xingou a mulher de "palhaça" e "lixo", faz ameaça e danificou objetos do local com chutes.

A dona do estabelecimento negou ter agredido o homem. "Isso nunca aconteceu. Isso é uma... Isso não é verdade", afirmou a mulher.

As imagens mostraram o rapaz entrando na sorveteria com a máscara cobrindo apenas a boca. Depois, quando ele leva o produto até o caixa, a comerciante se recusa a fazer o atendimento caso o cliente não use o item de proteção corretamente.

"Faz alguma coisa comigo para você ver se eu não meto a mão na sua cara. Fala um 'a' para você ver o que você vai arrumar. Fica olhando aí que você vai ver o que você vai arrumar. Está achando que é comédia aqui? Você não sabe onde você está não", disse Ferronato, em vídeo gravado por um dos clientes.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247