Lindbergh: “STF deve dar exemplo e cumprir a Constituição”

No dia em que o STF julga o Habeas Corpus do ex-presidente Lula, nesta quinta-feira (22), que pode evitar a prisão dele, o senador Lindbergh Farias (PT) afirmou no Twitter o órgão é "o guardião da Constituição e por isso tem que dar exemplo e fazer ela ser cumprida! Prisão em 2ª instância é rasgar a CF (Constituição Federal)!"; "A Constituição Federal garante amplo direito a defesa! Prisão depois de condenação em 2ª instância é ataque à democracia e à constituição", disse; pra Lindbergh, "somente a maior liderança popular do Brasil pode tirar o País dessa situação que está"

No dia em que o STF julga o Habeas Corpus do ex-presidente Lula, nesta quinta-feira (22), que pode evitar a prisão dele, o senador Lindbergh Farias (PT) afirmou no Twitter o órgão é "o guardião da Constituição e por isso tem que dar exemplo e fazer ela ser cumprida! Prisão em 2ª instância é rasgar a CF (Constituição Federal)!"; "A Constituição Federal garante amplo direito a defesa! Prisão depois de condenação em 2ª instância é ataque à democracia e à constituição", disse; pra Lindbergh, "somente a maior liderança popular do Brasil pode tirar o País dessa situação que está"
No dia em que o STF julga o Habeas Corpus do ex-presidente Lula, nesta quinta-feira (22), que pode evitar a prisão dele, o senador Lindbergh Farias (PT) afirmou no Twitter o órgão é "o guardião da Constituição e por isso tem que dar exemplo e fazer ela ser cumprida! Prisão em 2ª instância é rasgar a CF (Constituição Federal)!"; "A Constituição Federal garante amplo direito a defesa! Prisão depois de condenação em 2ª instância é ataque à democracia e à constituição", disse; pra Lindbergh, "somente a maior liderança popular do Brasil pode tirar o País dessa situação que está" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Rio 247 - No dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) julga o Habeas Corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nesta quinta-feira (22), que pode evitar a prisão dele, o senador Lindbergh Farias (PT) afirmou no Twitter que o órgão é "o guardião da Constituição e por isso tem que dar exemplo e fazer ela ser cumprida! Prisão em 2ª instância é rasgar a CF (Constituição Federal)!".

"A Constituição Federal garante amplo direito a defesa! Prisão depois de condenação em 2ª instância é ataque à democracia e à constituição", disse.

O congressista citou o art.5, LVII, da Constituição Federal: “Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.

"A velocidade recorde que o TRF4 marcou o julgamento de Lula deixa bem claro a perseguição política que sofre o principal líder popular do País", disse. "Moro se comporta como um juiz inquisidor. Age como se fosse acusador. Parte em busca do que precisa para condenar. A democracia não pode conviver com juízes assim", acrescentou.

De acordo com o senador, "querem derrubar Lula de qualquer jeito". "Sabem que nunca conseguirão nas urnas, então apelam para o golpe". "Somente a maior liderança popular do Brasil pode tirar o País dessa situação que está", disse.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247