Após nova Vaza Jato, Pimenta critica “cinismo e desfaçatez” de Moro

"E Sérgio Moro, continua com a sua estratégia de cinismo e desfaçatez frente as revelações da #VazaJato;Tinha que ser ministro do miliciano mesmo... 'Conversas de Lula mantidas sob sigilo pela Lava Jato enfraquecem tese de Moro'", afirmou o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS)

(Foto: Agência Câmara)

247 - O líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (PT-RS), bateu duro no ministro Sérgio Moro (Justiça), após as novas revelações da Vaza Jato apontarem que diálogos de Lula enfraquecem a tese usada pelo ex-juíz de que o ex-presidente queria ser ministro da Casa Civil em 2016 para ser blindado da Operação Lava Jato.

"E @SF_Moro  continua com a sua estratégia de cinismo e desfaçatez frente as revelações da #VazaJato   Tinha que ser ministro do miliciano mesmo...  'Conversas de Lula mantidas sob sigilo pela Lava Jato enfraquecem tese de Moro'", postou o parlamentar no Twitter.

De acordo com reportagem do Intercept Brasil em parceria com a Folha de S.Paulo, a operação tinha 22 diálogos de Lula, mas usou apenas um deles para interferir na política. Em março de 2016, o então juíz Sérgio Moro divulgou grampos em que a então presidente Dilma Rousseff tratou com Lula sua eventual posse como ministro da Casa Civil (veja aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247