Bolsonarista que matou Marcelo Arruda deve deixar hospital e ir para a prisão. Justiça negou domiciliar

O Judiciário determinou a transferência de Jorge Guaranho para o Complexo Médico Penal assim que receber alta do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu

www.brasil247.com - Marcelo Arruda (à esq.) e Jorge Guaranho
Marcelo Arruda (à esq.) e Jorge Guaranho (Foto: Reprodução)


247 - A Justiça do Paraná negou pedido de prisão domiciliar para o policial bolsonarista Jorge Guaranho, que matou o tesoureiro do PT Marcelo Arruda, no começo de julho, em Foz do Iguaçu (PR). O Judiciário determinou a transferência de Guaranho para o Complexo Médico Penal assim que receber alta do hospital. 

A decisão é do juiz Gustavo Germano Francisco Arguello, da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

>>> UOL revolta internautas ao publicar manchete que vitimiza assassino de Marcelo Arruda

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Marcelo Arruda foi assassinado a tiros na própria festa de aniversário. Ao ser baleado, o petista revidou e atirou em Guaranho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O bolsonarista está internado desde 10 de julho. A previsão é de que ele receba alta do Hospital Ministro Costa Cavalcanti, em Foz do Iguaçu, nesta sexta-feira (5).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email