Nuvem de gafanhotos desvia do Brasil

A nuvem de cerca de 40 milhões de gafanhotos que se desloca pela Argentina aparenta mudar de trajetória, seguindo em direção ao Uruguai em vez do Brasil

Nuvem de gafanhotos se desloca pela Argentina
Nuvem de gafanhotos se desloca pela Argentina (Foto: REUTERS/Baz Ratner)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 com Reuters - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou nesta quinta-feira, 25, que a nuvem de gafanhotos que se desloca pela Argentina aparenta mudar de trajetória, seguindo em direção ao Uruguai em vez do Brasil. Há monitoramento de autoridades e produtores do país vizinho para avaliar estragos e para qual direção os insetos vão seguir. 

O Ministério da Agricultura declarou estado de emergência fitossanitária para áreas de produção agrícolas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, devido a riscos da nuvem de gafanhotos

A medida, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, veio após o Ministério da Agricultura informar na véspera que dados do governo argentino sinalizariam que a nuvem seguiria rumo ao Uruguai e que seria “pouco provável” sua chegada ao território brasileiro.

Segundo o Serviço Nacional de Saúde da Argentina (Senasa), a nuvem contém cerca de 40 milhões de insetos e, depois de entrar na Argentina pelo Paraguai no final de maio, encontra-se na província de Corrientes, perto das fronteiras com o Brasil, Uruguai e Paraguai.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247