Zeca Dirceu: falta de lei sobre abuso custou até vidas, como no caso do reitor da UFSC

"Aprovada a lei 'Cancellier', o abuso de autoridade terá punição. Espero que políticos, juizes, promotores e outras autoridades entendam a obrigação de respeitar os limites das leis. Infelizmente, a ausência desta lei, custou injustiças e até vidas, como no caso do reitor da UFSC", afirmou o deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR)

(Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

247 - O deputado federal Zeca Dirceu (PT-PR) alertou para a importância da aprovação da Lei de Abuso de Autoridade pela Câmara e lembrou o suicídio do ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Luiz Carlos Cancellier de Olivo, que em 2017 estava sendo investigado, sem saber, pela delegada Érika Mialik Marena.

"Aprovada a lei 'Cancellier', o abuso de autoridade terá punição. Espero que políticos, juizes, promotores e outras autoridades entendam a obrigação de respeitar os limites das leis. Infelizmente, a ausência desta lei, custou injustiças e até vidas, como no caso do reitor da UFSC", escreveu o parlamentar no Twitter.

O reitor não tinha antecedente criminal e era suspeito de uma suposta tentativa de obstruir uma investigação sobre desvios no programa de educação a distância.

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247