O que se sabe sobre o Chapare, vírus que já matou três na Bolívia

O vírus Chapare causa febre hemorrágica e tem sintomas parecidos os do ebola e da dengue. Ele não é tão transmissível quanto o coronavírus

Vírus Chapare
Vírus Chapare (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Cientistas bolivianos e norte-americanos alertaram nesta semana para o risco de transmissão do vírus Chapare, que já se mostrou em circulação em 2019 em La Paz, na Bolívia. O Chapare causa febre hemorrágica, que pode levar o paciente a morte, e tem sintomas parecidos os do ebola e da dengue. 

Apesar da gravidade, o vírus Chapare não é tão facilmente transmitido quanto o coronavírus, que causou a pandemia em 2020. Por enquanto também não há relatos de circulação do vírus fora da Bolívia.

A epidemiologista Caitlin Cossaboom, do Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos, disse ao jornal The Guardian que o Chapare já matou três pessoas.

O vírus Chapare está presente em roedores e pode causar fortes dores no corpo, vômito, feridas na pele e sinais múltiplos de hemorragia. Para ser contaminado, o humano precisa ter contato com fezes e urina do animal contaminado. Por esta razão, a contaminação por pessoas é considerada rara.

Apesar de parecer novo para leigos, o Chapare já é conhecido, tendo sido documentado pela primeira vez em 2008.

Pesquisadores ainda ressaltam que o vírus pode ter circulado ocultamente entre seres humanos ao longo dos anos, tendo os pacientes recebido diagnósticos falsos de dengue.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247