Tá nos trends

Bolsonaro sensitivo: internet ironiza 'pressentimento' sobre operação contra Milton Ribeiro

Em conversa telefônica com a filha no início do mês, o ex-ministro Milton Ribeiro alegou que Jair Bolsonaro lhe avisou de um “pressentimento” sobre uma operação da PF contra ele

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução / Twitter)


247 - Após revelação de que Jair Bolsonaro (PL) cometeu mais um crime de responsabilidade, avisando, no início do mês de junho, o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro sobre a operação da Polícia Federal (PF) contra ele que ocorreu na última quarta-feira, 22, a tirar sarro da situação.

Em uma conversa telefônica com a filha, mantida no dia 9, Ribeiro afirmou que havia sido alertado diretamente por Jair Bolsonaro de que poderia ser alvo de mandados de busca e apreensão.

“O presidente me ligou. Ele está com um pressentimento de que eles podem querer atingi-lo através de mim, sabe? É que eu tenho mandado versículos pra ele, né?", disse Ribeiro para a filha, na transcrição da conversa interceptada pela PF e divulgada pela GloboNews. 

Por causa do “pressentimento” de Bolsonaro, a internet levou as palavras “Bolsonaro sensitivo” aos assuntos mais comentados do Twitter. Confira.

 

 

 

O assunto se tornou um dos mais comentados no Twitter nesta sexta-feira, 24, junto com “Bolsonaro defende bandido”, que também chegou aos trending topics do Twitter, por causa da possível interferência do presidente na investigação da PF contra seu ex-ministro da Educação.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email