Crime de responsabilidade: Bolsonaro avisou Milton Ribeiro sobre buscas da Polícia Federal

Conversa entre o ex-ministro e a filha foi encerrada de forma abrupta logo após ela dizer que estava falando de um "celular normal"

Milton Ribeiro, ex-ministro da Educação de Bolsonaro
Milton Ribeiro, ex-ministro da Educação de Bolsonaro (Foto: Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil | Alan Santos/PR | Reuters)


✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, que foi preso pela Polícia Federal (PF) na quarta-feira (22), afirmou em uma conversa telefônica com a filha, mantida no dia 9, que havia sido alertado diretamente por Jair Bolsonaro de que poderia ser alvo de mandados de busca e apreensão.

“O presidente me ligou. Ele está com um pressentimento de que eles podem querer atingi-lo através de mim, sabe? É que eu tenho mandado versículos pra ele, né?", disse Ribeiro para a filha, na transcrição da conversa interceptada pela PF e divulgada pela GloboNews. 

continua após o anúncio

A filha então pergunta: "Ele quer que você pare de mandar mensagens?", "Não! Não é isso... ele acha que vão fazer uma busca e apreensão... em casa... sabe... é... é muito triste. Bom! Isso pode acontecer, né? Se houver indícios, né?", respondeu o ex-ministro. A conversa, que durou cerca de 10 minutos, foi encerrada abruptamente após a filha dizer que estava falando de um “celular normal”.

Nesta sexta-feira (24), o Ministério Público Federal solicitou que a parte dos autos do inquérito que abordam a possível interferência de Jair Bolsonaro na investigação fosse enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), em função do foro privilegiado do atual ocupante do Palácio do Planalto. 

continua após o anúncio


continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247