América latina

Após vitória da esquerda na Colômbia, Bolsonaro escancara medo no WhatsApp: 'Brasil será o próximo?'

Bolsonaro encaminhou a mensagem em uma lista de transmissão que mantém no WhatsApp. Bolsonaro pode sofrer um revés histórico para Lula já no primeiro turno neste ano

www.brasil247.com - Bolsonaro e Lula
Bolsonaro e Lula (Foto: Isac Nóbrega/PR | REUTERS/Washington Alves)


247 - Sem se manifestar publicamente sobre a eleição do esquerdista Gustavo Petro para a presidência da Colômbia, Jair Bolsonaro (PL) escancarou medo em mensagem enviada em uma lista de transmissão no WhatsApp, segundo Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. Petro foi eleito com 40,32% dos votos no segundo turno contra o candidato de direita Rodolfo Hernández.

Bolsonaro compartilhou uma reportagem da BBC News Brasil com o título "Ex-guerrilheiro vence eleição na Colômbia e será primeiro presidente de esquerda do país". Em seguida, questionou se o Brasil seria o próximo país a ser conquistado pela esquerda.

>>> Vitória de Gustavo Petro repercute na América Latina

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Cuba... Venezuela... Argentina... Chile ... Colômbia... Brasil???", escreveu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bolsonaro assiste ao ex-presidente Lula (PT) liderando todas as pesquisas de intenções de voto no país, com possibilidade inclusive de vencer o pleito no primeiro turno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A vitória de Petro, que isola ainda mais Bolsonaro na América Latina, teve um significado muito importante: além de personalidades mundiais de esquerda, a vitória do agora presidente eleito foi reconhecida por nomes da direita, pelos Estados Unidos e por seu adversário, Hernández. O movimento joga água sobre o plano de Bolsonaro de tentar um golpe no Brasil em caso de derrota para Lula.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email