39 anos de PT - Um partido de compromisso e de luta

"Como uma das fundadoras do maior partido da oposição popular e democrática que esse país já teve, afirmo que nunca o Partido dos Trabalhadores foi tão necessário quanto agora, quando é preciso juntar novamente o tecido social e unificar suas esperanças e decepções numa poderosa torrente que ocupe as ruas e as tribunas, liberte Lula e reconquiste a democracia com o povo dentro"

39 anos de PT - Um partido de compromisso e de luta
39 anos de PT - Um partido de compromisso e de luta (Foto: Ricardo Stuckert)

No último dia 10 de fevereiro celebramos os 39 anos da trajetória de luta do Partido dos Trabalhadores, mas estamos tristes pela prisão injusta de nossa maior inspiração e liderança, Luiz Inácio Lula da Silva.

O PT foi fundado, em 1980, para dar voz e vez aos trabalhadores, às mulheres, à juventude, aos indígenas, aos negros e negras, enfim, a todos os excluídos e perseguidos pela então ditadura militar.

No decorrer de sua história, a voz dos oprimidos se transformou em movimentos sociais e em programas de governo com acesso e direitos, o que se deu, inicialmente, nas prefeituras, em seguida, nos governos estaduais e, por fim, no governo federal, com a eleição de Lula presidente.

A inclusão social de 40 milhões de pessoas, a política de cotas na universidade, a geração de 20 milhões de empregos, com carteira assinada, e o enfrentamento efetivo do racismo e da discriminação das mulheres, com a criação de oportunidades para todos os que sofriam de opressão, fez do governo do PT, e de Lula, em especial, o inimigo número um da elite do atraso, que, desde 2002, perdeu todas as eleições presidenciais.

Para retomar à Presidência da República só restava a essa mesma elite o caminho do golpe, isto porque ela sempre tratou o governo federal como se fosse sua propriedade privada.

Desde a Constituinte que a elite reacionária, ligada ao poder econômico e à grande mídia, nunca via no povo o direito democrático de eleger o seu presidente, muito menos um operário e uma mulher, para quem estava interditado o exercício da política.

Com a vitória do golpe do impeachment, as forças do atraso voltaram-se para o poder executivo onde continuaram, de forma trágica para o povo, com a estranha eleição do candidato representante do fascismo. Ou seja, o autoritarismo repressor do novo governo representa justamente a recondução dos saudosistas da ditadura, de fora do governo federal desde a Constituinte de 1988.

Como uma das fundadoras do maior partido da oposição popular e democrática que esse país já teve, afirmo que nunca o Partido dos Trabalhadores foi tão necessário quanto agora, quando é preciso juntar novamente o tecido social e unificar suas esperanças e decepções numa poderosa torrente que ocupe as ruas e as tribunas, liberte Lula e reconquiste a democracia com o povo dentro.

O Partido dos Trabalhadores não morrerá jamais, como querem e sonham os seus inimigos políticos, porque vive no coração e mente do povo trabalhador e se fortalece com o crescimento de sua luta.
Parabéns, PT!

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247