É preciso estar atento

Não se pode ignorar ou minimizar a capacidade de convencimento de um ‘Auxílio Brasil’ eleitoreiro; a blindagem de Arthur Lira a Bolsonaro e a deputados criminosos e negacionistas; a influência da mídia corporativa em defender os interesses dos capitalistas, e o poder de André Esteves de reeleger um ‘Bolsonaro calado’

www.brasil247.com - Protesto contra o presidente Jair Bolsonaro no centro do Rio de Janeiro
Protesto contra o presidente Jair Bolsonaro no centro do Rio de Janeiro (Foto: REUTERS/Ricardo Moraes)


Apenas doze meses nos separam das eleições de 2022 e, apesar das ameaças ‘amareladas’ do TSE sobre punição às Fake news, o jogo vai ser sujo. 

Recentes pesquisas apontaram uma leve caída no percentual de Lula, ao passo que, na mesma proporção, uma subida de Bolsonaro. 

Apesar de todo mal que fez ao país, Sérgio Moro teve mais intenção de voto do que o instável Ciro Gomes. De um país que elegeu alguém da estatura aquém da superfície da terra como Bolsonaro, pode se esperar tudo. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jogador de vôlei, Maurício Souza, demitido do Minas Tênis Clube e afastado da seleção brasileira por comentários homofóbicos por criticar a DC Comics pelo novo Super-Homem ser bissexual, ganhou oitocentos mil novos seguidores no Instagram. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Comemorando a adesão o jogador disse: "Não precisei ficar sambando em cima de cama e nem desfilando na quadra para ganhar o respeito e a admiração de vocês". 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

São os fascistas que andavam com meio corpo dentro do armário ganhando ‘moral’ para sair com força e carregar seus ‘heróis’ nos ombros, ou são os robôs sendo ligados na tomada? 

Não se pode ignorar ou minimizar a capacidade de convencimento de um ‘Auxílio Brasil’ eleitoreiro; a blindagem de Arthur Lira a Bolsonaro e a deputados criminosos e negacionistas; a influência da mídia corporativa em defender os interesses dos capitalistas, e o poder de André Esteves de reeleger um ‘Bolsonaro calado’

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email