O efeito manada nas prefeituras do país

O cretino acha mesmo que cortando médicos para um mundo de gente doente e desamparada está a fazer economia; está seguro de que reduzir investimentos em moradias populares, saneamento básico e infraestrutura urbana é excelente negócio para a atividade econômica; o "eleito" acredita mesmo que políticas de promoção, sobretudo, de mulheres e crianças desaquece a economia

O cretino acha mesmo que cortando médicos para um mundo de gente doente e desamparada está a fazer economia; está seguro de que reduzir investimentos em moradias populares, saneamento básico e infraestrutura urbana é excelente negócio para a atividade econômica; o "eleito" acredita mesmo que políticas de promoção, sobretudo, de mulheres e crianças desaquece a economia.

Fico a me perguntar sobre os assessores econômicos dessa gente prefeita? Quem indica tais ações? Quem os orienta a fazer tais barbaridades? A partir de que teses ou princípios econômicos essa ações se amparam? Comem alfafa ou qualquer gramínea serve?

Já vão longe os estudos sobre investimentos em educação, saúde e seus rebatimentos na conformação do PIB (Produto Interno Bruto); a conta é simples: a cada um real investido em educação ou saúde tem-se, no bolo do produto bruto da economia, quase quatro reais (IPEA/2015: Revista Caminhos do Desenvolvimento).

É mais ou menos assim: para fazer um hospital, portanto, investimento em saúde, tem-se um prédio a ser levantado; equipamentos a serem adquiridos; consumo de água, energia, materiais de consumo, internet etc. São necessárias pessoas qualificadas, daí concursos; contratação de prestadores de serviços; de fornecedores. Daí se dá forma e ativa um subsistema econômico ao redor do hospital onde alguém abre uma lanchonete; o outro se aproxima para vender água de coco; a outra para a venda de panos de prato e; um ponto de táxi surge imediatamente.

Percebem a boa alquimia de investimentos reais e produtivos? Identificaram as replicações dessa boa lógica sócio-produtiva na totalidade econômica? Pois é... Receio que o "efeito manada" caninamente assumido por prefeitos e vereadores país afora será o "noves fora" da intensificação dessa crise propositada, crise que por sinal, atinge preferencialmente o povo pobre.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247