Ângelo Cavalcante

A tragédia diplomática
Ângelo CavalcanteA tragédia diplomática

O resultado da diplomacia da 'janela da velha'? O Brasil, dentre as grandes nações do mundo, um dos principais mediadores internacionais de conflitos, está sendo conduzido, a passos largos e rápidos para o cadafalso do tempo e da história onde nos lançamos na arriscada seara da guerra

Ângelo CavalcanteO maravilhoso mundo de Mirian Leitão

Ela jamais fala da banca rentista-financeira e que abocanha metade do orçamento da União; nunca cita a ciranda dos bancos onde, sempre sedentos, se apropriam das rendas públicas; não conta do fracasso das privatizações e que vem potentes desde os amargos anos FHC; nada disso... O problema são os funcionários! "É mole!?!"

Quem é Matteo Salvini?
Ângelo CavalcanteQuem é Matteo Salvini?

Matteo Salvini é o "outro" de Jair Bolsonaro! E como dialogam bem... É impressionante! O atual ministro do interior italiano, Matteo Salvini, 45, é fascista aberto e assumido. Além de ministro é também, vice-primeiro ministro de uma Itália afundada em crise econômica insolúvel

O essencial do Grupo de Lima
Ângelo CavalcanteO essencial do Grupo de Lima

A legitimidade do assim chamado 'Grupo de Lima' para mediar debates, propor soluções ou mediações em torno dos graves problemas e que envolvem a Venezuela é o mais absoluto zero e que se possa imaginar

Corra Dilma, corra!
Ângelo CavalcanteCorra Dilma, corra!

O que a ex-presidente Dilma Roussef ainda espera para pedir asilo político? O que resta acontecer para que essa senhora tramite imediatamente, dispositivos jurídicos internacionais e que lhe permitam sair "para ontem" desse país arruinado?

Globo e Bolsonaro: tudo a ver!
Ângelo CavalcanteGlobo e Bolsonaro: tudo a ver!

A presença do "ultra-ultra-direita" Jair Bolsonaro na bancada do Jornal Nacional é um líbelo, uma louvação ao infortúnio desta contemporaneidade política e integralmente saída de nossa secular tradição golpista

A enxaqueca dos liliputianos
Ângelo CavalcanteA enxaqueca dos liliputianos

Recordo do experiente jornalista Mino Carta em metáfora notavelmente precisa ao referir-se ao Reino de Liliputh para a descrição do absurdo institucional do judiciário brasileiro. Liliputh é aquele império de seres minúsculos e que pensam ser grandes. Sem titubear... O judiciário e seus correlatos no pós-golpe é o fantasioso mundo dos liliputianos

Miolo de pote
Ângelo CavalcanteMiolo de pote

O "mito" é de uma esterilidade intelectual e imaginativa de dar vergonha para o pior dos seus interlocutores, aliás, não houve sabatinador do Roda Viva de ontem que não tenha se sentido minimamente constrangido com a pantomima armada por Bolsonaro

Ângelo CavalcanteManu versus Chuchu!

 O mediador deixava a bola quicando para o inviável Geraldo Alckmin (com ou sem "centrão"!) fazer seu gol. Fosse Manuela D'ávila, a comunista dos pampas... A mídio-tucanagem já partia com punhais afiados na garganta da moça

No direitismo estrutural que marca o Roda Viva e mesmo a TV Cultura, a militância anti-Lula foi aberta e escancarada de modo a exigir de Manu posições que, vejam isso, cabem única e exclusivamente ao Partido dos Trabalhadores
Ângelo CavalcanteManu salvou o Roda Viva

No direitismo estrutural que marca o Roda Viva e mesmo a TV Cultura, a militância anti-Lula foi aberta e escancarada de modo a exigir de Manu posições que, vejam isso, cabem única e exclusivamente ao Partido dos Trabalhadores

Por trinta dias estais em uma cela; por trinta longos e intermináveis dias se achas recluso, isolado dos seus; da sua família e do seu incansável povo brasileiro; do mesmo povo que não cansa de gritar "Lula Livre". Força Presidente! A história está plena e integralmente em vossas mãos...
Ângelo CavalcanteTrintas dias

Por trinta dias estais em uma cela; por trinta longos e intermináveis dias se achas recluso, isolado dos seus; da sua família e do seu incansável povo brasileiro; do mesmo povo que não cansa de gritar "Lula Livre". Força Presidente! A história está plena e integralmente em vossas mãos...

Por quarenta anos, Lula vem revirando esse país; mobilizando, lançando questões, educando para uma política absolutamente distinta em toda a história brasileira. Lula e seu PT, entre erros, acertos e avanços, fizeram o que poucas vezes se fez por aqui: "meteram a mão no vespeiro!"
 
 
 
Ângelo CavalcanteO mais perigoso do mundo

Por quarenta anos, Lula vem revirando esse país; mobilizando, lançando questões, educando para uma política absolutamente distinta em toda a história brasileira. Lula e seu PT, entre erros, acertos e avanços, fizeram o que poucas vezes se fez por aqui: "meteram a mão no vespeiro!"      

Ângelo Cavalcante avatar

Ângelo Cavalcante

Economista, cientista político, doutorando na USP e professor da Universidade Estadual de Goiás (UEG)

190 artigos

Ao vivo na TV 247

Cortes 247

Charges