O sistema está infestado de "doutoras paolas". Não tire a máscara!

A espada e o canhão do paliativismo quase deram cabo do senhor Tadeu Andrade, um dos sobreviventes do holocausto da Prevent Senior, que contou seu testemunho na quinta-feira, dia 07 de outubro, na Comissão Permanente de Inquérito que investiga ilegalidades no transcurso da pandemia da Covid-19

www.brasil247.com -
(Foto: Pedro França/Agência Senado | Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

Como uma determinada organização social opera democraticamente? Através da soberania popular, com certeza. E quando não há zelo sobre isso, dentro de uma República democrática, é premente que sobrevenham mudanças, já que as facções (que não podem sofrer arranhões no antes da ilicitude) estão exacerbando em sua função de clãs malditos...e descontrolados, pela falta de um real controle externo.

Indivíduos controlados pelo neoliberalismo: neoliberalismo este que precisa ser o alvo certo de um impedimento, pois cada vez mais gera protótipos de altivez, e de perfídia, especialmente quando colocam um falso DR antes do nome: fato que do ponto de vista acadêmico, por vezes é imerecido; e desfilam de branco, ou de preto decidindo quais tratamentos são mais eficazes, ou mais condizentes com o aumento da receita de suas instituições ideologizadas, vide o caso da Prevent Senior.

Isso, com certeza, não é uma prática da empresa de saúde que ora figura, como um modelo de obediência e lealdade ao senhor da razão: o lucro acima de tudo. Morte, dor e humilhação foram as palavras de ordem, e se não houver uma mudança de estrutura continuará sendo. Quantos médicos, como o doutor Walter Correa de Souza Neto existem no mar dos tubarões neoliberais sedentos por offshores? 

PUBLICIDADE

A jactância tomou o lugar da alma (de seres) que com certeza já perderam a humanidade há muito. Há uma “doutora Paola” em cada esquina: assediando moralmente seus iguais. E o pior é que há pessoas se submetendo aos atos imorais, que pessoas como ela vem realizando em sua trajetória de bad bots.

Quem precisa retirar a máscara da torpeza e da falta de empatia é a doutora supracitada, a que ponto se chega por dinheiro e poder, a dignidade virou a exceção neste submundo capitaneado pelo evangelho espetaculoso do minuto da fama. “Morrer é preciso”, talvez seja esta a filosofia de empreendimentos, como este, que são integrados por indivíduos, que com a mão no peito cantam hinos de adoração ao capital, vejam a letra: 

"Nascemos para trilhar, um caminho a desbravar,

PUBLICIDADE

Nascemos para viver, de lutas até morrer,

E juntos nós estaremos, E juntos nós venceremos,

Com espadas e com canhões, nós somos os guardiões".

PUBLICIDADE

A espada e o canhão do paliativismo quase deram cabo do senhor Tadeu Andrade, um dos sobreviventes do holocausto da Prevent Senior, que contou seu testemunho na quinta-feira, dia 07 de outubro, na Comissão Permanente de Inquérito que investiga ilegalidades no transcurso da pandemia da Covid-19.

P.S. O SISTEMA ESTÁ INFESTADO DE “DOUTORAS PAOLAS”

NÃO TIRE A MÁSCARA!

PUBLICIDADE

#LEIABRAZILEVIREBRASIL

#247JORNALISMOVANGUARDA 

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email