Bolsonaro ignora agressões a palestinos e critica "ataques contra Israel"

A ofensiva foi provocada por Israel após forças militares israelenses invadirem mesquita muçulmana no final do Ramadã, comemoração sagrada do islamismo. Jair Bolsonaro também não condenou os ataques de Israel que causaram a morte de 16 crianças palestinas

www.brasil247.com -
(Foto: Reuters)


247 - Jair Bolsonaro ignorou agressões a palestinos e criticou "ataques contra Israel". Os recentes confrontos deixaram mais de 70 mortos, a maioria palestinos. Bolsonaro deu suas primeiras declarações sobre o caso, pois até então não havia comunicado oficial do governo brasileiro sobre a situação na região.

"É absolutamente injustificável o lançamento indiscriminado de foguetes contra o território israelense. A ofensiva provocada por militantes que controlam a Faixa de Gaza e a reação israelense já deixaram mortos e feridos de ambos os lados", escreveu.

A “ofensiva”, no entanto, foi provocada por Israel após forças militares israelenses invadirem mesquita muçulmana no final do Ramadã, comemoração sagrada do islamismo. Bolsonaro também não condenou os ataques de Israel que causaram a morte de 16 crianças palestinas.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email