"Copa América é só para fortalecer o marketing das empresas patrocinadoras", diz Daniel Cara

“Esportivamente não tem sentido algum. É uma irresponsabilidade esportiva”, falou o professor à TV 247, lamentando que um cogitado boicote dos jogadores da seleção brasileira ao torneio não tenha se concretizado. Assista

Daniel Cara
Daniel Cara (Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247 | ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O professor Daniel Cara, dirigente da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, comentou na TV 247 a realização da Copa América no Brasil, que classificou como “uma irresponsabilidade esportiva” e, em termos de controle epidemiológico, “um grande risco de proliferar o vírus de forma mais descontrolada do que já está”.

Para Cara, a única razão para a realização do torneio é econômica, e sem foco em um eventual lucro do Estado. O objetivo, segundo ele, é reforçar os caixas das empresas patrocinadoras do evento. “Essa Copa América é uma copa caça-níquel. Ela não tem representatividade nenhuma. Conversando com pessoas do futebol, o que as pessoas comentam é que é uma Copa América exclusivamente para fortalecer as relações de marketing das empresas, no caso da Nike e da Adidas essencialmente e de outras empresas que são patrocinadoras. Esportivamente não faz sentido algum”.

Ele também comentou a insatisfação dos atletas da seleção brasileira com a realização da competição, que quase culminou em um boicote da equipe ao torneio. A decisão de não disputar as partidas, de acordo com o professor, seria acertada, mas ele lamentou o baixo grau de instrução dos atletas que, na visão dele, os impede de agir de maneira mais politizada. “Infelizmente poucos jogadores têm boa formação. O problema educacional brasileiro se reflete nos nossos jogadores. Eu concordo com vários jornalistas esportivos que defendem um processo de formação dos jogadores. Acho que esse tem que ser o caminho”.

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email