Dilma lamenta morte de Elza Soares: "segue sendo um exemplo de determinação, força e coragem"

“A música brasileira perde uma de suas vozes mais fortes e aguerridas”, lamentou a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) nas redes sociais

www.brasil247.com -
(Foto: ABr | Reprodução/Instagram)


247 - A ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) lamentou a morte da cantora e compositora Elza Soares, que faleceu no Rio de Janeiro, aos 91 anos, nesta quinta-feira, 20. De acordo com a petista, Elza “segue sendo um exemplo de determinação, força e coragem no universo musical do país”.

“A música brasileira perde uma de suas vozes mais fortes e aguerridas. Elza Soares segue sendo um exemplo de determinação, força e coragem no universo musical do país. Lamento demais a sua morte. Meus sentimentos à família, amigos e a todos os fãs do seu talento e da sua voz”, escreveu Dilma no Twitter.

Além de Dilma, outros dirigentes petistas lamentaram a morte de Elza Soares, que além da música — e através dela — também foi uma ativista pela justiça social e pela democracia. O ex-presidente Lula (PT) e a presidenta da legenda, deputada federal Gleisi Hoffmann, também homenagearam a cantora.

Em seu site na internet, o PT publicou nota de pesar. Confira:

O Partido dos Trabalhadores manifesta o seu pesar pelo falecimento da cantora e compositora Elza Soares. Ícone do samba e da música brasileira, Elza é inspiração para várias gerações.

A sua obra artística expressou a realidade de luta e resistência do povo brasileiro, denunciando as desigualdades sociais, raciais e de gênero.

Sempre contemporânea e conectada à diversidade cultural que caracteriza o Brasil, se tornou símbolo de empoderamento das mulheres negras e dos sujeitos periféricos.

Elza, ainda, sempre afirmou com coragem seus posicionamentos políticos pela democracia, pelos direitos humanos e sociais e contra todas as desigualdades.

Elza Soares, sempre presente!

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email