'É a preparação da resistência contra um golpe. Bolsonaro é um delinquente', diz orador de ato pela democracia desta quinta

Neste 11 de agosto acontecem atos por todo o país para dar um basta às ameaças golpistas de Jair Bolsonaro. "Ele tem que parar de afrontar a democracia", diz José Carlos Dias

www.brasil247.com - José Carlos Dias
José Carlos Dias (Foto: Reprodução/Youtube | Faculdade de Direito da USP)


247 - O advogado e ex-ministro José Carlos Dias será o responsável por ler nesta quinta-feira (11), no Largo São Francisco, em São Paulo, a "Carta às brasileiras e aos brasileiros em defesa do Estado Democrático de Direito", que conta com quase 1 milhão de signatários.

>>> Carta às brasileiras e brasileiros em defesa da democracia: sociedade dá um basta ao golpismo bolsonarista

Carlos Dias formou-se em Direito na véspera do golpe militar de 1964. Foi preso três vezes pelo regime repressivo e defendeu mais de 500 perseguidos políticos. "Quando me vejo com 83 anos precisando lutar, digo: ‘É fogo’. Mas é um compromisso que tenho. Enquanto eu estiver vivo, vou defender os direitos humanos e a democracia", diz ele à Folha de S. Paulo.

O ex-ministro afirma que os atos de todo o país neste dia são a preparação da resistência contra um eventual golpe de Jair Bolsonaro (PL), que ensaia não respeitar o resultado das urnas eletrônicas neste ano. "Essa manifestação de agora, com esses dois documentos, é a preparação para uma resistência. A nossa esperança é acordá-lo para o seu compromisso de respeitar a democracia. Ele tem que parar de afrontar a democracia".

Ele ainda alerta para o que Bolsonaro poderá tramar com o objetivo de atrapalhar os atos. "Alguma coisa se prepara. Tenho muito medo dos agentes provocadores. [Durante a ditadura], havia pessoas infiltradas em muitas manifestações, passeatas. Tenho receio disso".

Carlos Dias declara voto no ex-presidente Lula (PT) para derrotar o bolsonarismo. "Eu, por exemplo, não sou PT. Até me dou bem com o Lula, tivemos contatos, fomos presos juntos [em 1980, durante a ditadura]. Vou votar nele porque ele representa a oposição. Se quem disputasse com o Bolsonaro fosse outra pessoa, eu votaria nessa outra pessoa".

Para o ex-ministro, a "sociedade está se organizando para dar um basta" a Bolsonaro. "Esse presidente é um delinquente. Digo isso com todas as letras. O que esse homem já praticou de crimes é uma coisa extraordinária. Principalmente crimes de responsabilidade. (...) E é por isso que esse homem... Psicopata, não sei, mas ele não é normal, ele não aceita nem o conselho de seus amigos. Ele nos chama de cara de pau, sem caráter... O que faz contra o Poder Judiciário, os insultos dirigidos aos ministros do STF [Supremo Tribunal Federal], do TSE [Tribunal Superior Eleitoral]".

Dias também reage à tentativa de Bolsonaro de minimizar a importância da carta deste 11 de agosto. "É ele quem desmerece a democracia. Se estivesse lá um presidente equilibrado, fazendo uma campanha normal, isso não se justificaria. Mas esse homem não trabalha. Ele está fazendo campanha o tempo todo. Essas cartas são de defesa da democracia. E, para defendê-la, tem que denunciar as coisas que ele [Bolsonaro] faz".

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247