Haddad manda recado à elite do atraso: difícil perdoar quem nos colocou neste pesadelo

Sabotado pela elite brasileira, que o igualou ao neofascista Jair Bolsonaro com a tese da “escolha muito difícil”, Fernando Haddad postou um desabafo nas redes

Fernando Haddad
Fernando Haddad (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-prefeito Fernando Haddad criticou nesta segunda-feira (11) as elites econômicas do Brasil por terem se unido pelo "pesadelo" da eleição de Jair Bolsonaro em 2018.

Em meio ao anúncio do fechamento de fábricas da Ford no Brasil, Haddad afirmou que os mais pobres serão os mais atingidos pelos efeitos da destruição provocada pelo governo Bolsonaro. 

"Difícil perdoar os que sabiam o pesadelo em que estavam nos metendo em 2018. Quanto sofrimento impuseram ao país. O pior é saber que a conta da aventura será paga por quem mais precisa", escreveu pelo Twitter. 

Candidato do PT no segundo turno das eleições presidenciais, Haddad teve sua candidatura equiparada à de Bolsonaro pela mídia corporativa, como o editorial do jornal O Estado de S. Paulo, intitulado "Uma escolha muito difícil".

Inscreva-se na TV 247, seja membro, e compartilhe: 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email