Lula critica Globo por distorção em sua fala: 'não perco o sono'

Rede Globo divulgou trecho de uma entrevista dada pelo ex-presidente na qual ele supostamente comemora a pandemia de coronavírus, distorcendo o raciocínio verdadeiro de Lula

Lula, William Bonner e Renata Vasconcellos
Lula, William Bonner e Renata Vasconcellos (Foto: Brasil247 | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-presidente Lula criticou a Rede Globo via rede social nesta quinta-feira (21) pela distorção que fez em relação a uma fala feita por ele em entrevista ao jornalista Mino Carta, da Carta Capital.

No maior telejornal da emissora, o Jornal Nacional, a Rede Globo divulgou um trecho de uma declaração do ex-presidente na qual ele supostamente comemora a pandemia de coronavírus.

O ex-presidente afirmou que não perde o sono com o que é divulgado pela Globo e reclamou de não ter sido procurado pela emissora para esclarecimentos. "Tenho 74 anos, quase 50 anos de vida pública. Me eduquei pra não perder o sono com as coisas que a Globo fala de mim. Nem direito de resposta a mim mesmo eles deram".

Em entrevista a Mino Carta, Lula diz que “ainda bem que a natureza, contra a vontade da humanidade, criou esse monstro chamado coronavírus, porque esse monstro está permitindo que os cegos enxerguem que apenas o Estado pode dar solução a determinadas crises”.

O ex-presidente quis expressar, na realidade, que foi necessário que surgisse uma pandemia para que a humanidade começasse a enxergar o desastre neoliberal e corrigisse seu curso.

A jornalista Cynara Menezes valorizou o pedido de desculpas de Lula, mas pontuou que o raciocínio do ex-presidente é “perfeito” e totalmente compreensível.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247