Major Olímpio diz que Moro ‘deu um tiro no próprio saco’ ao aceitar emprego em administradora judicial da Odebrecht

A consultoria Alvarez & Marsal (A&M), com sede nos Estados Unidos, administra a recuperação judicial da Odebrecht e OAS, empresas quebradas pela Lava Jato, comandada pelo então juiz Sergio Moro, que será sócio-diretor da A&M em São Paulo

www.brasil247.com -
(Foto: Pedro França/Agência Senado)


247 - O senador Major Olímpio (PSL-SP), ex-aliado de Jair Bolsonaro, disse que a participação do ex-juiz Sergio Moro como sócio-diretor da norte-americana Alvarez & Marsal é “um tiro no próprio saco”. Segundo o senador, não é no pé, porque “as sequelas são piores [no saco]”.

O caso

A consultoria Alvarez & Marsal (A&M), com sede nos Estados Unidos, administra a recuperação judicial da Odebrecht e OAS, empresas quebradas pela Lava Jato, comandada pelo então juiz Moro, que será sócio-diretor da A&M em São Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O jornalista Paulo Moreira Leite, colunista do Brasil 247 e da TV 247, criticou, no programa Bom Dia 247, a decisão do ex-juiz Sergio Moro de se tornar sócio da consultoria estadunidense. “Isso revela a promiscuidade sem limites da Lava Jato”, diz PML, que escreveu o livro “A outra história da Lava Jato”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-senador Roberto Requião, do MDB, enxerga um claro conflito de interesses. “Agora vale tudo por dinheiro?”, disse ele, em entrevista à TV 247.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Moro respondeu a críticas de internautas e afirmou que não atuará em "casos de potencial conflito de interesses". "Ingresso nos quadros da renomada empresa de consultoria internacional Alvarez&Marsal para ajudar as empresas a fazer coisa certa, com políticas de integridade e anticorrupção. Não é advocacia, nem atuarei em casos de potencial conflito de interesses", disse ele no Instagram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email