Ministro do TSE que censurou Lollapalooza diz que foi induzido ao erro por ação do PL, partido de Bolsonaro

Raul Araújo afirmou que a decisão de censurar o festival foi tomada "com base na compreensão de que a organização do evento promovia propaganda política ostensiva"

www.brasil247.com - Raul Araújo, manifestações no Lollapalooza e Jair Bolsonaro
Raul Araújo, manifestações no Lollapalooza e Jair Bolsonaro (Foto: Gustavo Lima/STJ | Reprodução | Reuters)


247 - O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Raul Araújo, que determinou a censura de manifestações políticas no festival Lollapalooza atendendo a um pedido do PL, partido de Jair Bolsonaro, derrubou a própria liminar ao acolher a representação em que a legenda desistiu da ação. Na decisão que revogou a censura, Araújo destaca que foi induzido ao erro uma vez que a ação do PL sugeria que o evento, e não os artistas, promoviam manifestações políticas. 

No texto que derrubou a própria liminar, de acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, Araújo afirmou que a decisão de censurar o festival foi tomada "com base na compreensão de que a organização do evento promovia propaganda política ostensiva estimulando os artistas", o que se mostrou inverídico. 

Ainda segundo o ministro, o PL também teria afirmado que a organização do Lollapalooza "supostamente estaria estimulando a propaganda eleitoral ostensiva e extemporânea no aludido evento". A reportagem destaca ainda, que o despacho de Araújo ressalta que  "os artistas, individualmente", têm "garantida, pela Constituição Federal, a ampla liberdade de expressão".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Responsável pela decisão que censurou o festival sob a alegação de campanha eleitoral antecipada, o ministro Raul Araújo negou neste ano uma liminar pedida pelo PT para a retirada de outdoors pró-Bolsonaro no Mato Grosso. No ano passado, o ministro também foi agraciado por Bolsonaro,  quando ainda não integrava o Tribunal Superior Eleitoral, com a medalha da Ordem do Mérito da Defesa, no grau de grande-oficial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email