CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

TSE atende pedido do partido de Bolsonaro sobre Pabllo Vittar e proíbe manifestações políticas no Lollapalooza

PL acionou o tribunal após manifestações da cantora Pabllo Vittar em prol do ex-presidente Lula

Imagem Thumbnail
(Foto: Reprodução)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - O ministro Raul Araújo, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atendeu ao pedido feito pelo PL , partido de Jair Bolsonaro, para que sejam proibidas as manifestações durante as apresentações do Lollapalooza. A legenda acionou a Corte neste sábado (26), após a cantora Pabllo Vittar levantar, durante o show que fez no evento, uma bandeira com a foto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O TSE entendeu que se trata de propaganda política indevidamente feita durante uma apresentação artística. 

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Pelo despacho de Araújo, fica proibida  "a realização ou manifestação eleitoral de propaganda ostensiva e extemporânea em favor do candidato ou partido político por parte dos músicos e grupos musicais que se apresentam no festival", sob pena de multa de R$ 50.000,00 por ato de descumprimento.

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO