TSE atende pedido do partido de Bolsonaro sobre Pabllo Vittar e proíbe manifestações políticas no Lollapalooza

PL acionou o tribunal após manifestações da cantora Pabllo Vittar em prol do ex-presidente Lula

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - O ministro Raul Araújo, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), atendeu ao pedido feito pelo PL , partido de Jair Bolsonaro, para que sejam proibidas as manifestações durante as apresentações do Lollapalooza. A legenda acionou a Corte neste sábado (26), após a cantora Pabllo Vittar levantar, durante o show que fez no evento, uma bandeira com a foto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O TSE entendeu que se trata de propaganda política indevidamente feita durante uma apresentação artística. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pelo despacho de Araújo, fica proibida  "a realização ou manifestação eleitoral de propaganda ostensiva e extemporânea em favor do candidato ou partido político por parte dos músicos e grupos musicais que se apresentam no festival", sob pena de multa de R$ 50.000,00 por ato de descumprimento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email