Pazuello depõe à PF em inquérito no qual é investigado por crise em Manaus

Ministro da Saúde começou a prestar depoimento no início desta tarde, em Brasília, no inquérito que investiga a conduta dele em relação à crise sanitária no Amazonas, que ficou sem oxigênio na pandemia

(Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, presta depoimento à Polícia Federal na tarde desta quinta-feira (4), em Brasília, no inquérito que investiga eventual omissão dele em relação à crise sanitária no Amazonas durante a pandemia do coronavírus. O depoimento acontece no hotel militar onde mora o ministro.

O inquérito foi aberto após determinação do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal , que atendeu a um pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras. Na representação, o PGR argumentou que Pazuello recebeu informações em dezembro sobre o possível colapso em Manaus, mas só manda ajuda em janeiro.

A capital do Amazonas ganhou repercussão mundial quando se viu sem oxigênio para os pacientes hospitalizados, por Covid-19 ou outras doenças. Ao menos 51 deles morreram sufocados. A crise passou também para outros municípios fora da capital, como Coari, e outros estados, como Pará e Rondônia.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email