OMS registrou neste domingo recorde de novos casos de coronavírus em 24 horas no mundo

A Organização Mundial da Saúde anunciou neste domingo um aumento recorde nos casos globais de coronavírus. Ao todo, foram 230.370 novos novos casos confirmados em 24 horas. Os maiores aumentos aconteceram nos Estados Unidos, Brasil, Índia e África do Sul

(Foto: REUTERS/Denis Balibouse | REUTERS/Shannon Stapleton)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O aumento recorde nos casos globais da Covid-19 desde o início da pandemia foi anunciado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no domingo (12). Em apenas 24 horas, foram notificados 230.370 novos portadores da doença. Os maiores números registrados pertencem aos Estados Unidos, Brasil, Índia e África do Sul, de acordo com um relatório diário. A informação é do jornal O Globo.

O recorde anterior da OMS para novos casos registrou 228.102 infectados em 10 de julho deste ano. As mortes permanecem estáveis com média de 5 mil vítimas fatais por dia. No total, os casos globais da Covid-19 estavam se aproximando de 13 milhões no domingo, de acordo com contagem da Reuters. A doença já matou mais de 565 mil pessoas em sete meses, acrescenta a reportagem.

Com 3,2 milhão de infectados e mais de 135 mil óbitos provocados pela Covid-19, os Estados Unidos lideram o ranking mundial de casos confirmados e vítimas fatais em meio à pandemia, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins (EUA). O Brasil aparece em na segunda colocação, com 1,8 milhão de diagnósticos positivos para a doença e 71 mil mortes. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email