José Trajano se solidariza com Nassif: transações do BTG Pactual foram ignoradas pela grande mídia

"Total solidariedade ao Luís Nassif, vítima de censura de um juiz da 32a Vara Cível do RJ, por ter publicado matéria a sobre a compra pelo BGT Pactual de carteiras de crédito do Banco do Brasil, transação envolvendo quase 3 bilhões de reais, assunto ignorado pela grande mídia", escreveu o jornalista José Trajano em sua conta no Twitter

José Trajano
José Trajano
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista José Trajano prestou solidariedade ao colega de profissão Luis Nassif após o Judiciário do Rio determinar ao Jornal GGN a retirada de reportagens sobre o BTG Pactual.

"Total solidariedade ao Luís Nassif, vítima de censura de um juiz da 32a Vara Cível do RJ, por ter publicado matéria a sobre a compra pelo BGT Pactual de carteiras de crédito do Banco do Brasil, transação envolvendo quase 3 bilhões de reais, assunto ignorado pela grande mídia", escreveu o jornalista no Twitter.

A jornalista Bárbara Gancia havia cobrado de jornalistas solidariedade a Nassif. Colegas de imprensa "deveriam estar botando a boca no trombone!", disse ela. 

Também prestaram solidariedade a Nassif políticos como a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) e o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP). 

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) afirmou, ainda, ser "inaceitável qualquer tipo de censura".

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247