Bebianno diz que aliado de Bolsonaro tentou sequestrar Lauro Jardim, do Globo

O ex-ministro Gustavo Bebianno, hoje desafeto político de Jair Bolsonaro, revelou em entrevista que um aliado do presidente tentou sequestrar o jornalista Lauro Jardim, de O Globo, e fez ameaças a outros profissionais do veículo. "O presidente parece que escolhe a dedo pessoas muito perigosas", disse ele

Bebianno diz que aliado de Bolsonaro armou sequestro de Lauro Jardim
Bebianno diz que aliado de Bolsonaro armou sequestro de Lauro Jardim (Foto: Agência Brasil | Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro Gustavo Bebianno, que deixou o governo de Jair Bolsonaro como desafeto político do capitão e disparando denúncias da campanha e do círculo do presidente, revelou nesta sexta-feira 20 que um aliado de Bolsonaro tentou sequestrar o jornalista Lauro Jardim, colunista de O Globo.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Bebianno, sem dar mais detalhes sobre os casos, afirmou ainda que a pessoa em questão, que é próxima a Bolsonaro e não teve a identidade revelada, já fez ameaças a jornalistas de diversos veículos, incluindo a suposta tentativa de sequestro.

"O presidente parece que escolhe a dedo pessoas muito perigosas. Inclusive, há uma pessoa muito próxima a ele que recentemente tentou sequestrar um jornalista do sistema Globo. Pegou o jornalista Lauro Jardim na saída de um restaurante em São Paulo e tentou enfiar o Lauro Jardim dentro de um automóvel, uma coisa meio forçada. O Lauro ficou muito nervoso, muito preocupado", disse.

"O assunto foi levado à direção da TV Globo, foi parar no departamento jurídico do jornal O Globo, e essa pessoa foi notificada inclusive pelo sistema Globo para que não se aproximasse mais do Lauro Jardim. Essa mesma pessoa já ameaçou uma jornalista da revista Época e já fez ameaças veladas a outra jornalista do jornal O Globo. São essas as pessoas que estão ao redor do presidente", completou.

Na mesma entrevista, Bebianno disse que Bolsonaro tem “traços de um psicopata” e afirma que se sente “vulnerável e sob risco constante” por ter se tornado seu adversário político. Já em outra entrevista, ao portal UOL, anunciou que irá processar cível e criminalmente o atual presidente. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247